Presos por roubar condomínios de luxos fazem parte de quadrilha vinda de SP, diz delegado

Presos por roubar condomínios de luxos fazem parte de quadrilha vinda de SP, diz delegado

- in Bahia
0
Share Button

luxojndojAs cinco pessoas presas neste domingo (25) suspeitas de roubarem apartamentos em residenciais de luxo em Salvador fazem parte de uma organização criminosa com origem em São Paulo. As informações foram divulgadas pelo delegado Arthur Gallas, responsável pela Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter).

Segundo Gallas, o grupo vem se expandindo pelo país, e conta com mais de 60 pessoas, em sua maioria jovens e de origem oriental e árabe.

“O Kevin, que foi o primeiro preso, rouba desde os 14 anos, e tem 22 anos. Tem várias passagens pela polícia de São Paulo. Eles estão expandido para o Brasil. Dizem que eles têm um núcleo que faz o levantamento em todos os estados. Viajam, faz um levantamento rápido e fazem os assaltos. Eles iam realizar um outro assalto na avenida Waldemar Falcão, no Horto Florestal, e o porteiro não deixou entrar por suspeita. Depois eles fizeram a ação na Sabino Silva, na Mansão Pedro Calmon”, explicou.

Neste domingo (25), o grupo assaltou a casa de um ex-secretário do governo Jaques Wagner (PT), cujo nome não foi divulgado (leia mais aqui). Foram roubados milhões de reais em dinheiro e jóias.

Segundo relatos, ao fugirem do assalto à Mansão Pedro Calmon, os criminosos passavam pela Rua Professor Sabino Silva, em Ondina, quando foram reconhecidos pela vítima de outro roubo, realizado Mansão Bernardo Bertolucci, também na Ondina. Nesse momento, o homem jogou o carro em cima dos suspeitos, atropelando um deles, que acabou preso. Os outros conseguiram fugir, mas foram capturados nas imediações de Milagre, no Vale do Jiquiriçá.

De acordo com o delegado, os cinco presos neste domingo não são os mesmos que realizaram o assalto na Bernardo Bertolucci, mas fazem parte de outro núcleo da mesma organização criminosa.

A OPERAÇÃO

Após prenderem o primeiro suspeito, identificado como Kevin, os policiais se dirigiram a um hotel em Itapuã, onde estariam hospedados os suspeitos. Lá, eles não foram encontrados.

Ainda de acordo com Gallas, em depoimento preliminar, Kevin chegou a “tirar de tempo” a investigação, e levou os agentes a um endereço incorreto, na Praia do Flamengo. No entanto, já em Itapuã, mais especificamente na Ladeira do Abateté, onde os policiais conseguiram apurar qual o veículo e placa do carro onde fugiram os bandidos.

“O carro havia passado no CIA/Aeroporto, em Rafael Jambeiro, e conseguimos pegar o carro. O pessoal da PM montou uma barreira em Milagres e pegaram o restante da quadrilha. Eram 5 pessoas, 4 homens, Kevin, mais três, e uma menina de 16 anos. A menina se identificou na portaria como neta do morador e o porteiro – por ser conivente ou por ter dado mole –  deixou entrar”, acrescentou.

Conforme nota da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o grupo realizou também assaltos a residências na Barra e na Graça.

Dois dos quatro suspeitos encontrados em Milagres são maiores de idade 

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *